terça-feira, 1 de junho de 2021

Fechamento do mês de maio/2021


Olá, pessoal da Firesfera!

Esse foi o terceiro mês positivo, depois de dois meses (janeiro e fevereiro) no vermelho. As despesas mensais continuam num patamar alto, devido a uma viagem emergencial (que ainda continuo) e despesas de manutenção da residência, mas ficou pelo menos dentro do planejado.

1. DESPESAS

As despesas do mês de maio/21 de maneira similar ao de abril, ficaram levemente abaixo da previsão inicial:

  1. As despesas de maio/21 (R$ 9.114,36) ficaram próximos (97%) do teto de gastos estimados para esse mês. Continuo a manter meu teto de gasto, ajuda no meu psicológico e meu bolso;
  2. Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) continuam com o maior percentual (27,9%) teve uma queda devido ao abatimento negociado com o proprietário do imóvel e tiveram esse saldo no mês (R$ 1.189,00);
  3. Despesas extras (24,2%) tiveram um acréscimo maior nesse mês (R$ 1.705,74) devido aos gastos com minha viagem emergencial e despesas de manutenção da casa;
  4. Despesas variáveis (26,8%) e infantis (11,7%) tiveram um leve acréscimo devido a gastos maiores com alimentação, viagem e alguns medicamentos do pequeno VAR;
  5. Houve um saldo geral pequeno das despesas de R$ 300,64.



 

2. RECEITA

Tive um mês tranquilo, a receita foi de R$ 16.045,58 sendo a maior parte proveniente do salário (70%) e o restante foi de aluguel de meu imóvel (10%) e outras receitas (20%).

 

3. APLICAÇÕES

As aplicações (dinheiro novo) financeiras de maio/21 foram de aproximadamente R$ 25.200,00. uma parte foi do PLR do mês anterior, pois estava com receio de gastos extraordinários com manutenção e saúde.

 

4. RENDIMENTOS

Mais um mês azul que recupera as perdas do ano. A recuperação ocorreu na Renda Variável e na Previdência Privada. A perda maior ocorreu no exterior (ETF foi -4,8%, Exterior -0,3% e Renda Fixa -1,9%!!! Quem diria?!).



Mantenho a estratégia do meu PIP que no momento está em aplicar em CDB escada e aplicações no exterior. Pretendo manter os aportes de dinheiro novo nessas classes de ativo.


Segue abaixo a evolução do portfólio. É o primeiro mês que possuo um rendimento acumulado positivo em 2021.






 

5. OUTROS ASSUNTOS

Ainda estou numa viagem emergencial. Meu sogro que tinha a saúde debilitada, acabou falecendo e optamos por ficar presente com a família por tempo indeterminado. Minha esposa está sendo forte com essa perda e mantenho-me presente ao lado dela. 

Agora vem a burocracia do inventário, confesso que isso me fez pensar mais forte no FIRE. A vida é realmente um sopro.

Para manter a cabeça ocupada, continuo a estudar linguagens de programação, fiz mais alguns códigos em VBA para facilitar meu trabalho. Após o bootcamp de Python, me inscrevi em um grupo de Whatssap e uma comunidade de Codewars. E no momento estou pesquisando alguns cursos e avalio fazer uma pós-graduação nessa área.

Outros planos ficaram em suspenso, pelo menos por um tempo. 

 

E continuar

Voando Abaixo do Radar.







terça-feira, 4 de maio de 2021

Fechamento do mês abril/2021

 

Olá, pessoal da Firesfera!

Vamos para mais um fechamento. Foi um mês morno, depois de dois meses (janeiro e fevereiro) no vermelho e março no azul. As despesas mensais subiram mais um pouco, devido a uma viagem emergencial e despesas de manutenção da residência, mas ficou dentro do planejado.

1. DESPESAS

As despesas do mês de abril/21 ficaram levemente abaixo da previsão inicial, porem acima do mês de março:

  1. As despesas de abril/21 (R$ 9.679,42) ficaram próximos (96%) do teto de gastos estimados para esse mês. Eu gosto de manter um teto de gasto, ajuda no meu psicológico;
  2. Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) continuam com o maior percentual (33,5%) e tiveram um saldo normal nesse mês (R$ 688,15);
  3. Despesas extras (22,1%) tiveram um acréscimo maior nesse mês (R$ 1.443,04) devido aos gastos com uma viagem emergencial e despesas de manutenção da casa;
  4. Despesas variáveis (27,0%) e adicionais (14,5%) tiveram um leve acréscimo devido a gastos maiores com alimentação e viagem;
  5. Houve um saldo geral pequeno das despesas de R$ 435,58 que foram investidos.


 

2. RECEITA

Tive um bom mês de abril/2021, recebi a PLR e o montante total foi de R$ 46.957,80 sendo a maior parte proveniente da PLR (70%), seguido do salário (24%) e o restante foi de aluguel de meu imóvel  e outras receitas (6%).

 

3. APLICAÇÕES

As aplicações (dinheiro novo) financeiras de abril/21 foram de aproximadamente R$ 10.800,00. Optei por não investir o PLR nesse mês, pois estou com receio de gastos extraordinários com manutenção e saúde.

 

4. RENDIMENTOS

Mais um mês azul que recupera partes das perdas do ano. A recuperação ocorreu na Renda variável (11,8% nas Small-caps). A perda maior ocorreu no exterior (ETF foi -1,3% e Exterior -2,5%).



A estratégia do CDB escada já apresenta alguns resultados preliminares (A rentabilidade nos últimos 12 meses está em 9,4%). Em abril/21, esse item representa 11,7% e continuarei com os aportes mensais até chegar a 20%. Pretendo manter os aportes de dinheiro novo nessa classe ativo.

Outro ativo que faço aportes periódicos é no exterior, apesar de negativo (é impossível acertar o time do dólar), continuarei os aportes periodicamente.


Conclui as liquidações do VGBL que estão dentro da minha Política de Investimento Pessoal. Meu portfólio ainda possui um percentual expressivo em previdência privada (37,1%). Mantive apenas os PGBLs. Mesmo com essa redução, o percentual de Previdência ainda ficará acima do meu PIP.

Segue abaixo a evolução do portfólio.




 

5. OUTROS ASSUNTOS

ETFs no mercado exterior é assunto amplo, mas continuo estudando, investi no ETF INDA que replica o mercado indiano.

Fiz uma viagem emergencial, meu sogro está com a saúde debilitada e precisamos estar presente nessa situação.

Conclui o preenchimento do Imposto de Renda, porém minha irmã contadora não analisou a declaração. Poupei minha irmã nesse ano, mas notei um incomodo por parte dela, mas eu precisava aprender a fazer meu IRPF.

Fiz um Bootcamp sobre a linguagem Python, achei tranquilo, mas fiquei impressionado com a quantidade de objetos, eventos, propriedades e bibliotecas. Além de ter uma comunidade bem ativa, me inscrevi em um grupo de Whatssap e uma comunidade de Codewars.

Pretendo fazer outros Bootcamps e desejor começar os estudos de desenvolvimentos de aplicativos para celular.

 

E continuar

Voando Abaixo do Radar.





segunda-feira, 5 de abril de 2021

Fechamento do mês março/2021

 

Olá, caros pessoal da Firesfera!

Vamos para mais um fechamento. Ocorreu uma pequena recuperação, depois de dois meses no vermelho. As despesas mensais subiram um pouco, devido a uma viagem emergencial, mas ficou dentro do planejado.

1. DESPESAS

As despesas do mês de março/21 ficaram abaixo da previsão inicial, porem acima do mês de fevereiro:

  1. As despesas de março/21 (R$ 8.282,01) ficaram próximos (93%) dos gastos estimados para esse mês;
  2. Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) continuam com o maior percentual (44,0%) e tiveram um saldo normal nesse mês (R$ 88,15);
  3. Despesas extras (14,5%) tiveram um acréscimo (R$ 699,92) devido aos gastos com uma viagem emergencial;
  4. Despesas com mobiliário e eletrodomésticos (5,8%) teve um acréscimo devido a compra de uma máquina para a sra. VAR;
  5. Houve um saldo geral pequeno das despesas de R$ 582,99 que foram prontamente utilizado em aplicações financeiras.


 

2. RECEITA

A receita acumulada no mês de março/2021 foi de R$ 12.899,10 sendo a maior parte proveniente de meu emprego assalariado (87%) seguido da receita proveniente de aluguel de meu imóvel (13%).

 

3. APLICAÇÕES

As aplicações (dinheiro novo) financeiras de março/21 foram de aproximadamente R$ 4.000,00. Efetuei alguns resgates financeiros no VGBL e devo terminar no próximo mês, os valores estão dentro da minha Política de Investimento Pessoal.

 

4. RENDIMENTOS

Um mês azul que recupera partes das perdas. A recuperação ocorreu na Renda variável (8,8% nas ações holder e 12,6% nas Small-caps). A perda maior ocorreu no exterior (ETF foi -1,8% e Exterior -0,3%).


Prossegui com a estratégia do CDB escada. Em março/21, esse item representa 10,9% (em fevereiro foi de 10,7%), continuarei com os aportes mensais até chegar a 20%. Ainda tem uma longa caminhada.

Meu portfólio possui um percentual expressivo em previdência privada (40,6%). Concluirei a retirada dos VGBLs e manterei os PGBLs no próximo mês de abril. Mesmo com essa redução, o percentual de Previdência ainda ficará acima do meu PIP.

Segue abaixo a evolução do portfólio.


 

5. OUTROS ASSUNTOS

Ainda continuo os estudos sobre ETFs no mercado exterior, principalmente nos Estados Unidos e um pouco no mercado Europeu. Comecei a estudar o ETF INDA que replica o mercado indiano.

Conclui o preenchimento do Imposto de Renda, vou encaminhar para minha irmã contadora para uma segunda opinião. E achei melhor poupar minha irmã contadora que já faz a declaração para a família toda.

 

E continuar

Voando Abaixo do Radar.



quarta-feira, 17 de março de 2021

Fechamento do mês fevereiro/2021

 Olá, caros leitores da Firesfera! 

Vamos para mais um fechamento. Gostaria de informar no começo do mês, mas tenho um investimento PGBL que apresenta o resultado na segunda-terceira semana do mês subsequente.

Manterei a mesma formatação da postagem anterior, dividirei em quatro setores. 

1. DESPESAS

As despesas do mês de fevereiro/21 ficaram abaixo da previsão inicial, causado ainda por essa situação sanitária. Essa redução acredito irá se persistir por mais algum tempo enquanto tivermos a pandemia. As principais observações são:

1. As despesas de fevereiro/21 (R$ 7.232,51) ficaram abaixo (30%) dos gastos estimados para esse mês; 

2. Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) continuam com o maior percentual (34,2%) e tiveram um maior saldo nesse mês (R$ 1.754,44) devido ao abatimento no aluguel. Causado por custos de manutenção; 

3. Despesas extras (16,8%) tiveram um acréscimo (R$ 717,26) devido os gastos com manutenção da casa;

4. Houve um saldo geral das despesas de R$ 2.989,49 que foram prontamente utilizado em aplicações financeiras.


2. RECEITA

A receita acumulada no mês de fevereiro/2021 foi de R$ 12.899,10 sendo a maior parte proveniente de meu emprego assalariado (87%) seguido da receita proveniente de aluguel de meu imóvel (13%).

 

3. APLICAÇÕES

As aplicações (dinheiro novo) financeiras de fevereiro/21 foram de aproximadamente R$ 4.400,00. Efetuei alguns resgates financeiros, dentro da minha Política de Investimento Pessoal. 


4. RENDIMENTOS

Mais um mês vermelho. Devido os resgates e realocações, na análise geral ocorreu uma perda de -2,3% (~R$ 32.000,00). A perda maior ocorreu na Renda Variável (-7,1%), e o destaque positivo foram os ETF (2,5%). O rendimento nos últimos 12 meses foi de R$ 128.022,68 (10,3%), valor que ficou abaixo do meu benchmark pessoal (IPCA+7%).

Prossegui com a estratégia do CDB escada. Em fevereiro/21, esse item representa 10,7% (em janeiro foi de 9,7%), continuarei com os aportes mensais até chegar a 20%.

Comecei a investir no exterior, comecei com um aporte pequeno que representa 3,7% do meu portfólio. Pretendo efetuar aportes mensais ao longo do ano.


Meu portfólio possui um percentual expressivo em previdência privada (41,6%). Farei retirada apena dos VGBLs e manterei os PGBLs. Mesmo com essa redução, o percentual de Previdência ainda ficará acima do meu PIP.

O portfólio ainda encontra-se desbalanceado, mas optei por fazer modificações graduais. O resumo é:

 


 

5. OUTROS ASSUNTOS

Ainda continuo os estudos sobre ETFs no mercado exterior, principalmente nos Estados Unidos e um pouco no mercado Europeu. Apesar de não dominar a língua inglesa, os sites e conteúdo são muito bons.

Também estudei sobre preenchimento de Imposto de Renda, pois comecei a investir em ações em 2020. E achei melhor poupar minha irmã contadora que já faz a declaração para a família toda.

 

E continuar

Voando Abaixo do Radar.


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Fechamento do mês janeiro/2021

Olá, caros leitores da Firesfera! 

Vamos para meu segundo fechamento. Informo que a demora em fechar o mês anterior decorre de um investimento em PGBL que apresenta o resultado apenas no dia 10 do mês subsequente.

Manterei a mesma formatação da postagem anterior, dividirei em quatro setores. Essa divisão visa organizar toda a movimentação financeira que visa facilitar a análise e tomada de decisão:

  1. Despesas - são as despesas do dia-a-dia de minha família (Sra. VAR, Sr. VAR e do pequeno VAR). São as despesas: fixas, variáveis, adicionais, extras, infantil, eventos, dentre outros;
  2. Receitas - referem-se a todos os proventos financeiros recebidos de meu trabalho empregado, aluguel de imóvel e receitas extraordinárias de serviços prestados;
  3. Aplicações - considero todas as aplicações financeiras aportadas (durante a fase de acumulação) ou retiradas;
  4. Rendimentos - considerei apenas os rendimentos das aplicações financeiras. Desconsiderei a valorização/depreciação de imóvel e outros bens.


1. DESPESAS

As despesas do mês de janeiro/21 ficaram abaixo da previsão inicial, apesar dos gastos de dezembro/20 terem sido maiores. Essa redução acredito irá se persistir por mais algum tempo enquanto tivermos a pandemia. As principais observações são:

As despesas de janeiro/21 (R$ 7.800,69) ficaram bem abaixo (58%) dos gastos estimados para esse mês; 

Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) são o maior percentual (50,3%) e tiveram o menor saldo residual (R$ 607,82); 

Despesas variáveis são a segunda rubrica (22,3%) e tiveram o segundo saldo residual (~R$ 1.400) que ocorreu devido a menor utilização de transporte (metrô, ônibus, combustível, passagens aéreas e táxi/Uber). Os gastos com alimentação (supermercado, feira, padaria e restaurante) ficaram baixas em janeiro;

Houve um saldo geral das despesas de R$ 5.714,31 que foram prontamente utilizado em aplicações financeiras.



2. RECEITA

A receita acumulada no mês de janeiro/2021 foi de R$ 13.399,10 sendo a maior parte proveniente de meu emprego assalariado (84%) seguido da receita proveniente de aluguel de meu imóvel (12,3%) e o recebimentos diversos (3,7%).

 

3. APLICAÇÕES

As aplicações (dinheiro novo) financeiras de janeiro/21 foram de aproximadamente R$ 3.300,00. Efetuei alguns resgates financeiros, dentro da minha Política de Investimento Pessoal.

 

4. RENDIMENTOS

Essa é a parte que considero mais divertida rumo a Independência Financeira. Devido os resgates e realocações, na análise geral ocorreu uma perda de -2,7% (~R$ 40.000,00). A perda maior ocorreu na Renda Variável (-7,7%), e o destaque positivo foram os ETF (8,1%). O rendimento nos últimos 12 meses foi de R$ 154.334,67 (12,3%), valor que supera meu benchmark pessoal (IPCA+7%).

Prossegui com a estratégia do CDB escada. Em janeiro/21, esse item representa 9,7%, continuarei com os aportes mensais até chegar a 20%.

Liquidei o fundo de investimentos (5,7%) no final do mês, porém não tive oportunidade de utiliza-lo (a transferência era D+5 dias). Usarei esse dinheiro para investir no exterior.



Passei o mês de janeiro estudando investimentos no exterior, realmente é algo bem complexo, porem considero importante ter investimentos no exterior. Abri uma conta na corretora PASSFOLIO que foi bem fácil e farei as primeiras aplicações em fevereiro/21.

Meu portfólio possui um percentual expressivo em previdência privada (40,6%). Esse item é composto por PGBL e VGBL, pretendo reduzir gradualmente o VGBL (10,4%) e manter apenas o PGBL (89,6%). Mesmo com essa redução, o percentual de Previdência ainda ficará acima do meu PIP.

O resumo do portfólio é:




5. OUTROS ASSUNTOS

Estudei bastante sobre ETFs no mercado exterior, principalmente nos Estados Unidos e um pouco no mercado Europeu. Apesar de não dominar a língua inglesa, os sites e conteúdo são muito bons:

https://www.etf.com/ - Um dos sites mais completos sobre ETFs, com filtros, gráficos, taxas de administração;

https://www.etfrc.com/ - Comparador de ETF que possui uma ferramenta fantástica para avaliar sobreposição;

https://www.portfoliovisualizer.com/ - Back-test de carteira de ETF. Muito bom para validar comparação de portfólios de ETFs;

https://www.koyfin.com/ - Análises gráficas de ETF.

Gostei muito dos vídeos do Otávio Paranhos 

Pretendo continuar os estudos sobre ETFs e estudarei abertura de uma conta em corretora na Irlanda.

 

Abraços,

Voando Abaixo do Radar.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Política de Investimento Pessoal 2021

NOME DO PORTFOLIO

VoandoAbaixoDoRadar

Data de criação: 01 de fevereiro de 2021


PLANEJAMENTO

A motivação desse blog é descrever a caminhada até a independência financeira, compartilhar as alegrias e angustias dessa jornada. Já estou nessa caminhada faz algum tempo, porém na maior parte do tempo sozinho. No começo eu tentava compartilhar e conversar com amigos próximos e parentes, porém recebi tanta crítica e ceticismo. As desculpas mais frequentes eram:

  • Achavam que era invenção. Talvez por medo de ser alguma pirâmide financeira, mas não aceitavam eu explicar matematicamente;
  • O prazo era longo demais. Notei a impaciência das pessoas, fomos criados numa cultura do imediatismo. recordo da frase de Warren Buffet: “O mercado foi feito para transferir dinheiro dos impacientes para os pacientes”;
  • Pensam que é milagre. Essas pessoas nem começo a explicar, por mais que gosto de cálculo, fico cansado só de ver a cara de espanto;
  • Imaginam que seja pegadinha. Me perguntam o que ganharei com isso e porque ensinaria sobre o assunto. Simplesmente não acreditam que desejo compartilhar meu conhecimento;
  • Simplesmente não acreditam. As pessoas estão tão acostumadas ao sistema de "corridas dos ratos", que percorrem esse circulo vicioso de trabalhar, ganhar dinheiro e pagar as contas. E consideram essa "gaiola" como o único sistema verdadeiro. 

Por esses motivos que optei por “voar abaixo do radar”. Parei de comentar da minha situação financeira com meus familiares e amigos. 

Desejo com esse blog, trocar experiências, comentar, receber críticas construtivas e até mesmo correções de rumo do meu voo. 

Um abraço a todos!

Voando Abaixo do Radar


METAS

1. Principal objetivo desta carteira é gerar um fluxo de receita confiável e crescente. 

    Para obter esse fluxo pretendo manter um rendimento acima da inflação. Usarei um benchmark que    será reavaliado anualmente. O benchmark proposto para 2021 será IPCA + 7%.

2. Depender cada vez menos do trabalho remunerado. 

    O objetivo a ser alcançado é que os rendimentos (aumento patrimonial) possam no mínimo representar 150% de toda despesa durante a fase de acumulação.

3. Horizonte de tempo

    Simulei modelos conservadoras e estimo alcançar a independência financeira num prazo de quatro anos.


CONSTITUIÇÃO




ESTRATÉGIAS


1. Investir regularmente, sem tentar cronometrar o mercado
    Investir mensalmente e comprar ativos em blocos de cerca de R$ 3.000 ~ R$ 5.000,00.
    Investir o capital disponível no (s) melhor (es) candidato (s) no momento.

2. Diversificar sem comprometer a qualidade geral da Renda Variável e Renda Fixa
    Diversificar lentamente para 30-50 ações e 5-10 ETFs.
    Montar uma carteira de Renda Fixa escalonado (CDB escada) de 6 anos. A estratégia é apresentada em detalhes no artigo do AA40.
    Buscar a diversidade entre os setores.

3. Limitar a porcentagem de participação
    Em ações limitar a participação de uma única ação a 5%.
    Em diversas instituições limitando ao valor do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) de R$ 250.000,00.

4. A previdência privada será limitada em 30%. 

5. A Renda Fixa com Liquidez Diária será utilizada como reserva de oportunidade e em situações extremas como reserva de emergência. A liquidez mensal será garantida pelo "CDB escada".

DESEMPENHO


1. Tabular as despesas, receitas e rendimentos projetados para os próximos 12 meses;

2. Consolidação mensal (despesas, receitas, aplicações e rendimentos);

3. Revisões trimestrais e realocações, caso necessários.

REFERÊNCIAS


AA40 – POR QUE A 'ESCADA DE CDB' É UMA BOA ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA, Publicado em 31 de Julho de 2018, URL: https://www.aposenteaos40.org/2018/07/por-que-escada-de-cdb-e-uma-boa.html 

INVESTOPEDIA – CD Ladder, By JULIA KAGAN, Reviewed By KHADIJA KHARTIT, Updated Aug 29, 2020, URL: https://www.investopedia.com/terms/c/cd-ladder.asp

NERDWALLET – What Is a CD Ladder? A CD ladder combines the best of short- and long-term CDs: frequent access to funds and high rates. By Spencer Tierney, September 28, 2020, URL: https://www.nerdwallet.com/article/banking/what-is-a-cd-ladder 

DIVGRO – https://divgro.blogspot.com/p/about.html acessado em 01/02/2020.


AVISO LEGAL

Não sou um profissional de investimento ou um consultor financeiro licenciado. Este blog representa minhas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Use o bom senso ou consulte um profissional de investimentos antes de investir seu dinheiro. Não sou responsável pelos resultados de suas decisões, nem pelos comentários postados por leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visto apenas para fins educacionais ou de entretenimento.


quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Fechamento do mês dezembro/2020

Olá, caros leitores da Firesfera! 

Podem me chamar de VAR das iniciais de Voando Abaixo do RadarVamos para meu primeiro fechamento. Peço desculpas antecipadamente por quaisquer erros e sugestões/criticas/comentários serão bem vindos.

Priorizei estudar sobre planejamento financeiro no ano de 2020. De forma a organizar toda a movimentação financeira que visa facilitar a análise e tomada de decisão. Optei por dividir em quatro setores:

  1. Despesas - são as despesas do dia-a-dia de minha família (Sra. VAR, Sr. VAR e do pequeno VAR). estruturei como as despesas: fixas, variáveis, adicionais, extras, infantil, eventos, dentre outros;
  2. Receitas - referem-se a todos os proventos financeiros recebidos de meu trabalho empregado, aluguel de imóvel e receitas extraordinárias de serviços prestados;
  3. Aplicações - considero todas as aplicações financeiras aportadas (durante a fase de acumulação) ou retiradas (quando alcançar o FIRE);
  4. Rendimentos - considerei apenas os rendimentos das aplicações financeiras. Desconsiderei a valorização/depreciação de imóvel e outros bens.

Nesse primeiro fechamento, farei um panorama geral, porém desejo sugestões implementar nos próximos fechamentos.

1. DESPESAS

As despesas do mês de dezembro ficaram abaixo da previsão inicial, apesar dos gastos de dezembro terem sido maiores que novembro. Isso ocorreu devido a aquisições de presentes/mimos de Natal e locação de um veículo para visitar nossos parentes em outro estado. Destaca-se os seguintes observações: 

  1. As despesas acumuladas no ano (R$ 96.436,64) ficaram bem abaixo (71%) dos gastos estimados para o ano de 2020; 
  2. Despesas fixas que incluem gastos com aluguel, condomínio, pós-graduação e impostos) são o maior percentual (40,1%) e tiveram o menor saldo residual (~R$ 4.400); 
  3. Despesas variáveis são a segunda rubrica (25,9%) e tiveram o maior saldo residual (~R$ 14.700) que ocorreu devido a menor utilização de metrô, ônibus, combustível, passagens aéreas e táxi/Uber;
  4. Despesas infantis possui um saldo alto (~R$ 10.100) devido a um dimensionamento muito conservador para o meu primeiro filho (o pequeno VAR).



2. RECEITA

A receita acumulada no ano de 2020 foi de R$ 233.021,22 sendo a maior parte proveniente de meu emprego assalariado (88,4%) seguido da receita proveniente de aluguel de meu imóvel (6,6%) e o recebimentos diversos (5,0%).


3. APLICAÇÕES

As aplicações (aportes) financeiras no ano de 2020 foram de R$ 153.245,97. Esse valor representa cerca de 65% das minhas receitas atuais. Considero um valor arrojado que deve-se a expressiva redução das despesas pessoais no ano de 2020. 


4. RENDIMENTOS

Essa é a parte que considero mais divertida rumo a Independência Financeira. Fiz aportes expressivos ao longo do ano e utilizei a maior parte da minha reserva de oportunidade entre os meses de fevereiro e junho. O rendimento do portfólio (excluindo a PP patronal) foi de R$ 202.834,66, sendo que a euforia no mês de dezembro foi grande (R$ 71.330,55). 

Meu portfólio possui um percentual expressivo em previdência privada (40,1%) que desejo gradualmente reduzir para um percentual de ~30%. Esse concentração deve-se a PP do meu antigo trabalho na qual contribuía com um percentual acima do valor patronal e também a PP do emprego atual. Optei por retirar do cálculo o valor investido pela empresa que tem o direito de reter quando eu sair da empresa.

A Renda Variável representa 39,1% do portfólio, esse percentual está dentro da minha tolerância a risco (40%). Pretendo fazer algumas mudanças futuras, dentre elas extinguir o fundo e aplicar em ETFs. 

Possuo duas categorias de Renda Fixa: (i) Reserva de Oportunidade que possuem liquidez diária e baixíssima rentabilidade; (ii) CDB, TD que tem prazos médios a longos. Pretendo manter um percentual de 10% na reserva de oportunidade e 20% no CDB e TD.



5. CONCLUSÃO

O resultado geral do ponto de vista financeiro foi muito positivo. 


Posso soar arrogante, mas confesso que tive um pouco de (senão muita) sorte no ano de 2020: (i) Primeiro por eu e minha família estarem vivos e saudáveis; (ii) Manter o emprego e continuar trabalhando, mesmo com todas as limitações de deslocamento; (iii) Despesas caírem com o inicio da pandemia no Brasil; e (iv) manter o sangue frio durante todos aqueles circuit-breaks e continuar aportando.

Para 2021 pretendo manter a diretriz de acompanhar as aplicações e despesas de perto. Pretendo estudar mais sobre o ETF, BDR e outros índices que acompanham o mercado. E aumentarei meu aporte nos CDB, TD, etc. 

Desejo receber comentários, criticas e sugestões dos membros da Firesfera.

E pretendo continuar Voando Abaixo do Radar.


Contato por e-mail

Nome

E-mail *

Mensagem *

Fechamento do mês de maio/2021

Olá, pessoal da Firesfera! Esse foi o terceiro mês positivo, depois de dois meses (janeiro e fevereiro) no vermelho. As despesas mensais c...